Vaidade masculina ganha mercado na estética

Número de homens que gostam de se cuidar é cada vez maior

8 de junho de 2016 por Kátia Camargo

Fazer as unhas, depilar o corpo, apreciar uma boa massagem modeladora e aderir a criolipólise.

Se você acha que estou falando de um dia comum para uma mulher em um centro de estética está bem enganado.

A estética masculina tem ganhado mercado nesta última década, o que tanto para as clínicas como para as profissionais liberais tem sido muito bom.

Hoje em dia os homens têm se cuidado muito mais deixando a vergonha de lado.

Recebo em meu espaço uma procura muito grande do sexo masculino querendo fazer vários tipos de tratamentos desde uma simples limpeza de pele, drenagem, depilação definitiva e até mesmo a criolipólise para as indesejadas gorduras localizadas.

Com essa mudança de conceitos nós esteticistas somos muito beneficiadas podendo explorar este campo que cresce a cada dia.

Vi neste mercado um público muito fiel, comprometido, que leva os tratamentos até o fim cumprindo os prazos e aplicando todas as recomendações propostas no home care.

Os homens modernos também não querem ter rugas, gordura localizadas e estrias e  procuram tratamentos estéticos para seu o bem estar.

O homem atual é vaidoso, se preocupa em andar sempre perfumado cuida da pele, cabelo, barba, pêlos e também se preocupa com a barriguinha. É claro que as mulheres têm uma grande influência sobre isso. Já recebi em meu espaço homens que disseram que não sabia o que foram fazer lá, estavam lá porque a mulher mandou.

A tendência do mercado é que cada dia mais cresça o número de homens metrossexuais ampliando assim o mercado de trabalho para nós esteticistas.

 

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Vaidade masculina: dicas de beleza em cada idade

Dermatologista fala sobre cuidados que eles devem tomar nos diferentes períodos da vida

5 de abril de 2016 por Portal Negócio Estética

Man-Massage-2-shutterstock_55864795

Envelhecer bem é uma preocupação crescente, que tem feito o mercado da estética e de cirurgias plásticas ganhar cada vez mais adeptos também do mundo masculino. Segundo dados da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica Estética, só em 2014, mais de um milhão de homens se submeteram a procedimentos estéticos nos Estados Unidos.

No Brasil, líder em realização de cirurgias plásticas, 6% do total é realizado em homens, segundo a International Survey on Aesthetic/Cosmetic Procedures Performed. O dermatologista Bruno Vargas conta que, em sua clínica, localizada em Belo Horizonte, 30% dos procedimentos estéticos são feitos em homens. “Recebo pacientes de diferentes faixas etárias. Adolescentes começam a vir preocupados com acne e adultos, em geral, se interessam por procedimentos diversos”, conta.

Segundo o médico, entre os mais realizados estão aplicação da toxina botulínica, preenchimento, tratamento de manchas e cicatrizes de acne, depilação a laser e peeling. “Já não existe aquele preconceito de que cuidados com a pele e tratamentos são ‘coisa de mulher’. Todos querem alternativas para envelhecer bem”, explica.

E, como cuidar da pele masculina de forma a evitar o envelhecimento precoce? Vargas dá dicas de cuidados em cada idade:

Infância

Durante a infância, a pele é mais sensível e, por isso, devem ser utilizados produtos específicos para esse público. “É muito importante a utilização do protetor solar, a partir dos 6 meses de idade, já que ficou comprovado que 80% dos efeitos da radiação do sol na pele são consequência da exposição até os 18 anos”, alerta.

Adolescência

É nesse período que começam a surgir as temidas espinhas. Isso acontece devido às grandes mudanças hormonais, que ativam as glândulas sebáceas, o que pode acabar tornando a pele mais oleosa. “O segredo é prevenir sempre e, caso perceba o surgimento de acne, é aconselhável começar a tratar o quanto antes, para evitar cicatrizes. Uma rotina de cuidados de limpeza vai melhorar o quadro – deve-se lavar o rosto duas vezes por dia, com sabonete específico e utilizar outros produtos faciais que também respeitem as características da pele”, explica Vargas.

Existem tratamentos a laser que podem ser indicados para remoção das cicatrizes, uma vez a acne esteja controlada e seu ciclo encerrado.

20 anos
Passada a adolescência, é necessário criar uma rotina preventiva de cuidados com a pele, que vão se refletir em uma pele mais saudável no futuro. “É muito importante manter a limpeza e a hidratação adequadas da pele, não se esquecendo nunca da proteção solar.”, aconselha o dermatologista.

Aos 25 podem começar a ser utilizados cremes com retinol ou vitamina C em sua composição, para evitar que se formem linhas de expressão.
Quando a barba começa a ficar mais cheia e volumosa, alguns homens sofrem com a foliculite (os famosos pelos encravados). “Uma boa opção de tratamento é a depilação a laser, que tem sido bastante procurada por quem sofre com esse problema ao se barbear”, conta Vargas.

30 anos
Como a produção de colágeno começa a cair, já se tornam perceptíveis pequenas linhas finas e marcas de expressão. “Nesses casos, é cada vez mais comum a aplicação da toxina botulínica de forma preventiva, a evitar que essas marcas se tornem rugas profundas. Se a pessoa é muito expressiva e utiliza muito a mímica do rosto, a aplicação pode começar mais cedo”.
Vargas lembra que, durante essa época, também é necessário começar com pequenos cuidados anti-idade. “Já existem cremes específicos para a pele masculina. Eles podem ser utilizados junto a ácidos que melhoram a textura da pele e impulsionam a produção de colágeno, e clareadores. A proteção solar também deve ser mantida e o produto deve ser específico para cada tipo de pele”.

40 anos
É importante manter a utilização de cremes, ácidos, e a rotina de limpeza e proteção da pele. Os olhos também merecem atenção, já que a pele é mais fina e sensível.
Durante essa fase, a perda de volume começa a se acentuar, principalmente, na região das bochechas e da porção inferior do rosto. “Os preenchedores à base de ácido hialurônico devolvem à face o volume perdido, de forma não-invasiva. É importante manter o bom senso na hora da aplicação, já que a maior parte dos pacientes não gosta que os procedimentos sejam perceptíveis, gostam de manter a naturalidade”, explica o médico.
A perda de colágeno também é grande e, para isso, existem lasers fracionados que vão, de forma não invasiva, melhorar a qualidade da pele como um todo.

50 anos +
O rosto de uma pessoa aos 50 anos, além de ter muita influência da genética, reflete os cuidados durante os anos anteriores. “O principal aliado da pele durante a vida toda é o protetor solar associado à exposição solar moderada. Os outros cuidados vão trabalhar em conjunto para que a pele mantenha o aspecto saudável e jovial por mais tempo. Cuidados e tratamentos nessa faixa etária vão depender de cada caso específico”, conta o dermatologista.

Fonte: Maxpress Net

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Homens vencem preconceito e se entregam aos tratamentos estéticos

Cada vez mais frequentes em centros estéticos, eles já são responsáveis pelo aumento de 15% no faturamento da Pró-corpo

23 de agosto de 2013 por Portal Negócio Estética

tratamento-masculino

Texto: Danielle Mendonça

Há alguns anos a vaidade masculina se resumia a cortar o cabelo e fazer a barba, diferente do cenário atual em que os homens não se limitam mais a oferta de produtos disponíveis no armário do banheiro. Ávidos por novidades costumam procurar produtos e serviços específicos para suas necessidades.

Como prova dessa mudança, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que o Brasil já movimenta cerca de  R$ 15,4 bilhões por ano -, terceiro mercado no consumo de beleza -, atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão.

Exigentes, buscam soluções rápidas e efetivas para seus problemas. A Pró-Corpo Estética, empresa do segmento de beleza que atua via sistema de franchising, afirma que os homens procuram desde depilação definitiva para a barba, tratamentos para gordura localizada até CO2 fracionado – um tratamento capaz de eliminar marcas de cicatrizes, acnes sem contar no poder de rejuvenescimento.  Sem contar no tratamento para gordura localizada que tem sido muito solicitado pelos homens. Dentre os mais procurados estão carbox terapia, massagem modeladora, Heccus e rádio freqüência.

De acordo com a sócia-diretora da Pró-Corpo Estética, Marisa Peraro, os homens são muito vaidosos e querem o que há de melhor no mercado. ”Nossos clientes estão na faixa etária entre 20 e 50 anos, o que mostra que a preocupação com a beleza não tem idade. Os homens não realizam os tratamentos com tanta freqüência como as mulheres, mas quando descobrem uma solução para seu problema, tendem a não economizar”, explica.

Em média, os homens gastam cerca de R$ 1 mil em um tratamento específico e já são responsáveis pelo aumento de 15% no faturamento da Pró-corpo Estética. Marisa garante que o fato da empresa trabalhar com salas individuais – o que proporciona um atendimento personalizado com mais conforto ao cliente – pode ser considerado o principal fator para o aumento da procura de homens aos tratamentos estéticos.

A tendência é que o mercado cresça ainda mais nos próximos anos. Segundo a consultoria Euromonitor, o Brasil representa 12% das vendas mundiais de produtos do setor de beleza e deve se tornar o maior mercado até 2015.

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

E os homens, eles não envelhecem?

Cresce o número de homens que se importam com a beleza, saúde e bem-estar

3 de maio de 2013 por Valéria Antunes

Por motivos peculiares à medicina, sempre foi mais abordado o tema sobre a ótica feminina. Mas sabemos que o processo de envelhecimento tem suas particularidades que não são marcadas, necessariamente, por um período, como ocorre com as mulheres que chegam na menopausa. O grande problema em relação ao homem é que as mulheres apresentam maior instabilidade hormonal. Por isso, o homem tem melhor preservação de sua cútis.

Devemos lembrar que os níveis de estrogênios e androgênios, circulantes por mais tempo no organismo do homem, preservam a hidratação e também a formação de colágeno. Outro fator interessante diz respeito a fazer a barba todos os dias e a estimulação da superfície cutânea.

Há 3 fatores importantes que devem ser levados em consideração neste caso: o fotoenvelhecimento, a flacidez e as rugas de expressão.

Portanto, os homens são menos cobrados do que as mulheres, mas os homens envelhecem sim!!!

E este é um excelente nicho de mercado! A vaidade deixa de ser uma preocupação feminina para que os homens entrem neste mercado.

Várias mudanças sociológicas e mercados emergentes podem explicar essa mudança: o crescente número de homens empregados no setor de serviços, o aumento da concorrência no trabalho, envelhecimento da geração baby boomers, que querem ficar elegantes sempre, e temos ainda, uma geração mais jovem mais influenciada pela evolução dos padrões de beleza masculina.

Segundo dados da ABIHPEC, Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, este mercado masculino cresceu 93%. No início do ano 2000, um a cada 100 homens usavam algum tipo de cosmético e hoje este número subiu para 15.

Mas qual é a necessidade para este público? Nota-se que a pele masculina é mais firme e tem menos rugas e isso se deve porque ela é mais espessa e tem maior concentração de colágeno.

Devido à presença de hormônios androgênicos, as fibrilas de colágeno são mais compactas tornado-as mais resistentes e menos flácidas. Uma outra questão é a presença de oleosidade, que é maior nos homens que nas mulheres, protegendo de alguma forma esta cútis contra as agressões externas, mas causado acne e poros dilatados.

Uma dificuldade no caso masculino é a foliculite causada pelo barbear diário. Quando não são utilizados produtos adequados temos a tendência a remover em excesso o manto hidrolipídico que ocasiona inflamação, facilita as infecções bacterianas tais como a foliculite e a desidratação causada pelo barbear. Há, ainda, um desafio: escolher um filtro solar que não boqueie as glândulas sebáceas e também não tenha efeito rebote.

Veja a tabela com sugestão de ativos que podem ajudar os cosméticos masculinos:

Acnebiol: complexo antioleosidade rico em extratos vegetais adstringentes cuja composição contém também Silício orgânico, que atua como cimento da derme e agente anti-inflamatório.
Matipure: micropartículas lipídicas que absorvem e regulam a oleosidade da pele porque tem alta absorção do sebo cutâneo.
OTZ 10 e Alistin: sistema antioxidante que combate os radicais livres gerados pela radiação, luz visível, poluição cigarros, e que protege o DNA e as macroproteínas da degradação das metaloproteinases.
Arct-Alg: biomassa marinha rica em taurina e citrulil arginina. Fornece energia e auxilia na detoxificação das toxinas da pele.
Algisium C2: metilsilanol manuronato. Atua como cimento dérmico da pele, pois contem silício orgânico que aumenta a produção de colágeno. Melhora a elasticidade da pele, confere hidratação.

Uso oral:

BIO-ARCT: Algas do Mar Ártico que passam por um período de estresse climático rigoroso, fornecendo um produto rico em taurina e na produção de óxido nítrico e favorecendo a vascularização cutânea. Detoxifica os tecidos.
F.C. ORAL: Fosfolipídeo de caviar rico em DHA e EPA. Fornece ao homem o metabólito avançado DHA em maior concentração. Essenciais para o desenvolvimento do sistema nervoso e da retina.

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS